RIOSUL SHOPPING   -  

O SHOPPING CARIOCA

O Shopping

BEM-VINDOS AO RIOSUL

WALLPAPER  HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO    SAC

  • Segunda a sábado: 10h às 22h
  • Domingos e feriados:
    Alimentação e cinemas: 12h às 22h
    Lojas: 15h às 21h
  • SAC: G-2 (setor azul)
  • + 55 21 3527-7256
  • CALL CENTER: + 55 21 2122 8070

RIOSUL

O SEU SHOPPING

Primeiro shopping a ser construído no Rio de Janeiro, o RIOSUL abriu suas portas no dia 28 de abril de 1980, e sua proximidade com os principais pontos turísticos da cidade – como o Pão de Açúcar e o Corcovado – logo o colocou na rota de quem vem para cá. Associado desde o começo com a beleza de imagens ícones da Cidade Maravilhosa, o shopping assume seu espírito de vanguarda a cada moda que lança, se diferenciando por traduzir com precisão o verdadeiro espírito carioca.

  infraestrutura
  • Endereço: Rua Lauro Muller, 116 - Botafogo, Rio de Janeiro, RJ - Brasil
  • Inauguração: Abril de 1980
  • Área do terreno: 21.830 m2
  • Área construída: 128.320 m2
  • ABL: 49.200 m2
  • Número de pisos: 7
  • Número de lojas: 400
  • Fluxo anual de pessoas: 22 milhões
  • Âncoras: Lojas Renner, Saraiva Mega Store, ZARA, A!Bodytech, Lojas Americanas, Cinemas Luiz Severiano Ribeiro
  • Megalojas: Ponto Frio, Ráscal, Le Lis Blanc, Siberian & Crawford, Casa & Vídeo
 

Nos seus sete pavimentos – sendo quatro de estacionamento -, dividem espaço 400 lojas dos mais diversos segmentos, incluindo um home center com mais de 26 lojas de decoração. O RIOSUL possui ainda cafés, docerias, duas praças de alimentação com variadas opções, além de uma academia de ginástica de última geração. Quando o assunto é acessibilidade, além de disponibilizar cadeiras de rodas, o shopping possui elevadores e rampas de acesso. As quatro salas de cinema complementam o mix de serviços.

 
 

RIOSUL

CIDADANIA

Trilhas Ecológicas

Projeto de reflorestamento recupera 43 hectares dos Morros do Leme e da Babilônia-São João


RIOSUL Shopping Center é o patrocinador do Projeto


Quarenta e três hectares das Áreas de Proteção Ambiental (APAs) dos Morros da Babilônia, São João, em Botafogo, e Morro do Leme já foram reflorestados. O projeto CoopBabilônia é resultado da parceria entre o RIOSUL, a Prefeitura do Rio de Janeiro e a Associação dos Moradores da Lauro Muller e Adjacências (ALMA). Além da recuperação florestal, fazem parte do projeto o Ecoturismo e a educação ambiental. Desde 2001 já foram investidos mais de um milhão e oitocentos mil reais no projeto. O RIOSUL Shopping Center é o patrocinador permanentemente do Projeto CoopBabilônia há quatro anos.

 

Os benefícios do reflorestamento já podem ser notados nas áreas com a regeneração natural. Diversas espécies nativas da flora voltaram a colonizar as áreas espontaneamente como o Pau-brasil, Ipê-amarelo, Aroeira, Ipê-rosa, Embiruçu, Canafístula, Cedro-branco, Angico-branco, Sete-capotes, Paineira, Jatobá, Guapuruvu, Pau-ferro, entre outras 80 espécies de árvores. Até agora, já foram plantadas mais de 190.800 mudas. Na fauna também a recuperação das áreas trouxe de volta espécies que haviam migrado para outros locais, incluindo algumas espécies raras ou ameaçadas de extinção como a Jacupemba, Tucano-de-bico-preto, Papagaio-curica, Sabiá-preto, Coleirinha, Pichochó, Saíra-sete-cores e Trinca Ferro.

 

Dos 43 hectares recuperados, 12 são no Morro da Babilônia; três no Morro do Leme; 11 no Morro do Urubu; no bairro do Leme, e 17 no Morro São João Batista, em Botafogo. Além do reflorestamento, faz parte do projeto o Ecoturismo nas trilhas ecológicas desses morros. Já foram implantados 1.200 metros de trilhas e mais 7.050 metros estão em manutenção. Outro processo do projeto é a instalação de 50 marcos de concreto e a construção de trilho e cabos de aços para delimitar fisicamente as APAs.

 

Trilhas ecológicas

 

Em parceria com Agente Ambiental da Prefeitura do Rio, a CoopBabilônia promove ainda a educação ambiental, que busca conscientizar e mostrar a importância da recuperação e proteção ambiental aos moradores locais.

 

São realizados passeios comemorativos pela APA do Morro da Babilônia para que as pessoas conheçam de perto o trabalho de reflorestamento que é desenvolvido no local, além de outras atividades de ecoturismo da região e os projetos sociais das comunidades próximas.

 

Durante estes passeios, é possível conhecer também um pouquinho da história do Rio de Janeiro e explorar plataformas, furnas, edificações, casas e fortalezas do tempo do Brasil Colônia. Os guias explicam que os portugueses usavam estas rotas para transportar água, alimentos, provisões de armas e munições que eram levadas em mulas para os pontos onde se concentravam as tropas.

 

Antes disso, os índios nativos da região já utilizavam essas trilhas para locomoção entre o litoral e o interior da cidade antes mesmo da chegada dos portugueses no Brasil.

 

Outra função importantíssima dessas rotas era a de proteção, vigilância e deslocamento rápido para transmissão de informação. Mesmo mais tarde, durante a Segunda Guerra Mundial, o Morro da Babilônia e do Leme foram utilizados como pontos estratégicos de defesa da cidade. Em alguns lugares ainda é possível encontrar casamatas com peças de armamento. Já o Ponto da Vigia do cume da Babilônia foi utilizado como telégrafo na década de 40 do século passado.

 

Com a descoberta desse passado histórico, A ALMA está buscando meios de pedir o tombamento da trilha ecológica. Várias associações de moradores da região coletaram informações sobre a área para tentar proteger o atual Parque da Chacrinha, as Ruínas da Casa de Teodoro, o Pescador e os Arcos construídos pelo Marquês do Lavradio em 1.725.

 

Para programar uma caminhada especial ou fazer o passeio nos fins de semana, basta entrar em contato com o guia de ecoturismo local.

 




 

 

RIOSUL recebe homenagem da Secretaria de Meio Ambiente do Rio de Janeiro


O RIOSUL Shopping Center foi homenageado pela Secretaria de Meio Ambiente do Rio de Janeiro como parceiro ambiental da cidade. O Shopping é patrocinador permanentemente do Projeto CoopBabilônia há mais de seis anos, em que foram recuperados mais de 50 hectares das Áreas de Proteção Ambiental (APAs) dos Morros da Babilônia e São João, em Botafogo, e Morro do Leme.



O projeto CoopBabilônia é resultado da parceria entre o RIOSUL, a Prefeitura do Rio de Janeiro e a Associação dos Moradores da Lauro Muller e Adjacências (ALMA). Além da recuperação florestal, fazem parte do projeto o Ecoturismo e a educação ambiental.



Arraial da Providência

RIOSUL Shopping Center é o patrocinador do Arraial da Providência

 

Desde 2008, o Shopping RIOSUL é patrocinador de um dos eventos mais esperados da cidade, o Arraial da Providência - Roça in Rio - que acontece no mês de Junho no Jóquei Clube da Gávea e alia diversão a solidariedade.

 

Ao lado de grandes empresas cariocas como Carioca Engenharia, Concremat e Souza Cruz e também nacionais como Bradesco e Itaú, o Shopping RIOSUL demonstra seu compromisso social com a cidade do Rio de Janeiro.

 

Toda a renda da festa é destinada aos projetos sociais do Bando da Providência que contribuem para que mais de 2 mil famílias deixam a situação de probeza.

 

O Banco da Providência é um projeto reconhecido pela sua seriedade e comprometimento com resultados sociais, por isso agrega importantes financiadores.